eSocial libera ambiente de testes para todas as empresas do país

eSocial libera ambiente de testes para todas as empresas do país

O eSocial disponibiliza, a partir de hoje (01/08), o acesso ao ambiente de testes da plataforma para todas as empresas do país. A etapa tem como objetivo preparar o setor produtivo para o início da utilização obrigatória do sistema que começa em 1° de janeiro de 2018 para empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões anuais. A partir de 1° de julho de 2018, o eSocial torna-se obrigatório para todos os demais empregadores do país.

Assim, como previsto no cronograma divulgado, a publicação de hoje no portal do eSocial concretiza a liberação deste ambiente para todas as empresas, após a abertura do ambiente de testes para empresas de TI – que ocorreu em 26 de junho.

Importante lembrar que este é um passo decisivo para que as empresas concluam a sua preparação para atender às condições necessárias no início da obrigatoriedade do sistema em 2018.

Assim, se dúvidas existiam sobre a entrada em vigor do eSocial em janeiro de 2018, elas estão gradativamente se desfazendo com o avanço demonstrado nas ações que vem sendo tomadas para a implantação desse sistema de informações no prazo previsto.

Pode-se até admitir que algumas questões e ajustes façam com que o prazo definitivo seja um pouco mais distendido. Algo como março, conforme arriscam alguns especialistas mais pessimistas.

Entretanto, a esta altura do cronograma, uma diferença de prazo dessa natureza não causa maior impacto, principalmente para aqueles que ainda não deram partida no processo em suas empresas ou que estão em ritmo lento.

Para estes o tempo está, perigosamente, cada vez mais curto.

Afirmamos isto porque, para se ter uma breve noção do caminho até chegar ao estágio da entrada das informações no ambiente de testes, as empresas precisam passar por todo um processo no qual merecem destaque a qualificação cadastral – checando no ambiente do eSocial  a consistência das informações do seu cadastro de empregados (Nome, CPF, NIT); a análise e compatibilização das práticas de administração de pessoal com os requisitos da legislação em vigor; decisão sobre a ferramenta de TI  adequada para transmissão das informações para o ambiente do eSocial (mensageria); definição de responsáveis pela coleta, tratamento e entrada de dados no ambiente do eSocial.

Esses são apenas os pontos de destaque. O conjunto completo de ações não é pequeno e, dependendo das condições e das informações que a empresa dispõe, a preparação pode ser complexa.

Por isso, repetimos, o tempo está, perigosamente, cada vez mais curto.

Veja a nota completa do Portal do eSocial.

Ficou em dúvida, quer maiores orientações quanto a esta notícia ou quanto aos passos a seguir para uma adequada implantação do eSocial em sua empresa, entre em contato conosco e peça uma reunião para esclarecimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *